Bakanices

31 outubro, 2011

A bruxa está solta



Feliz dia das bruxas!

Metalinguagem lírica




" É preciso exclamar pra que a realidade não canse..."
 Mário de Andrade


Escrever é a extensão de respirar...
Inspire-se nas esquinas, nos blogs amigos, no céu de nuvens em forma de bichos, no amor dos pássaros, no filme dublado de sábado a tarde...
Tire o que há de melhor, ou o de pior, e ponha no papel, seja virtual ou real.
Veja o que os olhos não conseguem, e os ouvidos não ouvem.
A gente desaprende a ouvir os barulhos que não são biológicos... o lirismo das folhas secas e da borboleta voando, da rua esburacada, do tédio e do riso fácil.
Escrever o que percebe do mundo é uma prática quase que esportiva, faz bem a sáude e evita o sedentarismo de ideias.

Poética

Estou farto do lirismo comedido 
Do lirismo bem comportado
Do lirismo funcionário público com livro de ponto expediente
protocolo e manifestações de apreço ao Sr. diretor.
Estou farto do lirismo que pára e vai averiguar no dicionário
o cunho vernáculo de um vocábulo.
Abaixo os puristas
Todas as palavras sobretudo os barbarismos universais
Todas as construções sobretudo as sintaxes de exceção
Todos os ritmos sobretudo os inumeráveis
Estou farto do lirismo namorador
Político
Raquítico
Sifilítico
De todo lirismo que capitula ao que quer que seja 
fora de si mesmo
De resto não é lirismo
Será contabilidade tabela de co-senos secretário do amante
exemplar com cem modelos de cartas e as diferentes
maneiras de agradar às mulheres, etc
Quero antes o lirismo dos loucos
O lirismo dos bêbedos
O lirismo difícil e pungente dos bêbedos
O lirismo dos clowns de Shakespeare


 Não quero mais saber do lirismo que não é libertação.




Manuel Bandeira


#vercomolhoslivres






29 outubro, 2011

Desejo de vazio

Tudo muito frágil
Tudo muito delicado
Uma cristaleira cheia de copos, vasos, ampolas. Uma vida de cristais, um coração cristalizado, uma raiva que não passa. Desafio. Desafio de ser. O mundo é sustentado por uma aranha, uma grande aranha mãe (arrepios).
Um mergulho para fora.
A experiência do vazio preenchida por arte.
Até o dia 13 de novembro no MAM (Museu de Arte Moderna) - Rio de Janeiro, a artista nascida da França em 1911, falecida em Nova Iorque ano passado, aos 98 anos, pode ser vista e sentida.
Louise Bourgeois é sua obra e sua obra é sua biografia. Não há como separar, como diferenciar. Quando pequena, o pai de Louise teve um caso com sua babá. A meninas que se tornou uma das mais importantes artistas do seu tempo, nunca mais se recuperou.
A figura do pai é constante. É esculpida em tecido e chumbo, é uma prótese encaixada, é dilacerado e esquartejado.
Sexo como instinto agressivo, selvagem. A mulher como criadora do caos. Membros com suas rugosidades absurdas e verdadeiramente assustadoras espelhadas por um ambiente quase opressor. Não, não é opressor. É a angústia do vazio, o desespero da solidão, o medo do escuro. Escuro que ambienta a exposição e surpreende as relações com a obra. Estamos no labirinto de Louise. Conhecendo seu interior exposto e aberto. Mas como todo labirinto, difícil encontrar a saída. Queremos mesmo sair? Envolvidos por corpos entrelaçados em um belo horror sexual. O parto dilacerante da arte. E de repente outra porta, uma saída? Então chegamos ao centro da artista. Uma sala não muito escura, mas sombria. O Desafio da fragilidade da cristaleira familiar. O reflexo das angústias humanas, nas linhas da menina-mulher Bourgeois. E A Aranha. (mais arrepios) A estrutura de oito pernas, engloba a vista e o corpo do espectador. No centro da gaiola na qual tece sua teia, uma prisão de relicários, uma cadeira vazia, pedaços familiares...vazio, dilacerado e vazio.

"I am afraid (2009)
I am afraid of silence
I am afraid of the dark
I am afraid to fall down
I am afraid of insomnia
I am afraid of emptiness

Is something missing? Yes, something is missing and always will be missing.
The experience of emptiness
To miss
What are you missing?
Nothing
I am perfect but I am lacking nothing
Maybe something is missing but I do not know and therefore do not suffer
Empty stomach empty house empty bottle


The falling into a vacuum signals the abandonment of the mother"


O contraste com o aterro do Flamengo em um lindo dia de sol impressiona tanto quanto a aranha de bronze enorme que está disposta na frente do museu. A visita é intrigante e avassaladora. Não há foto que consiga transmitir as sensações que cada obra, cada frase, cada ambiente provoca.
A arte de Louise não é terapia, não é escapismo, nem necessidade.

Arte é a garantia de sanidade.





                                                                                                                          #imperdível

Mais informações: MAM

28 outubro, 2011

Um chamego cheiroso

Elie Saab
Ah sou louca num perfume, FATO.
E quando vi esse link no twitter da GNT não resisti! #bapho!
Testes para escolher o perfume ideal existem aos baldes na internet, contudo, o vídeo em questão promete ajudar nessa escolha com a ajuda dos estilistas que criaram as fragrâncias. Diane Von Furstenberg conta o processo de criação do seu cheiro, reflexo direto da sensualidade de suas coleções. A delicadeza e a fragilidade são exploradas por Elie Saab, que buscou em sua infância a referência para sua criação, é como quando olhamos seus vestidos esvoaçantes, envolvendo as modelos de uma maneira inocente e cálida.
O vídeo é rapidinho e deixa qualquer uma inspirada... para dar uma olhada é só clicar no link

Diane Von Furstenberg




Se você gosta mesmo de um final feliz bem romântico já adianto a indicação da matéria: Trésor Midnight Rose, só porque a linda da Ema é a princesa contemporânea mais chique que a Lacôme poderia encontrar!

#beijobeijo

23 outubro, 2011

A inspiração da Crimeia

E a inspiração de hoje vem da revista Gloos, edição de agosto de 2011.

O papo é moda e a dica é Cardigã.

Nada mais prático e fácil de carregar na bolsa. Em tempo de mudanças climáticas e global warming, o clima esfriou, transforme seu look. Combinados com colares de pérola, deixam a produção ainda mais retrô. Para os  garotos, colocado sobre a camisa, deixa arrumado e bem comportado.

Segundo outra revista, dessa vez a Manequim, a história dessa peça remete ao século XIX.
Oficiais britânicos usaram a peça durante a guerra da Crimeia. O conde Cardigã, comandante da tropa, teve seu nome mundialmente conhecido na década de 1920, graças ao trabalho de Coco Chanel. A estilista lançou um dos ícones de estilo e praticidade de toda mulher e também dos homens.

De shorts, com cinto, de salto, tiara delicada, sapatilha de laço, com saia evasê, calça skinny, para elas e para eles... o cardigã é um verdadeiro coringa.
Já usou o seu hoje?

Por hoje é só!
#beijobeijo

22 outubro, 2011

A Deslumbrada de Copa



As esquinas de Copacabana são cenas secretas de um mundo se revelando. Crônicas de histórias diárias, retratos de outros tempos. Do tempo agora. Hoje, antes de ontem, amanhã quem sabe. Todo tempo é tempo... o tempo tira férias, deita na areia de barriga pra cima e esquece de passar. Só quer ficar a toa. Vendo moça bonita e bola na rede.



Boa noite pessoas, numa correria que nem se fala o final de ano se aproxima... há quanto tempo não aprontávamos uma bakanice heim?! Saudade quando aperta, doi no coração, grita bem alto. Minha saudade de vocês era tamanha que hoje não aguentei, e cá estou!
Anabakana is back!

Com menos tempo;
Com mais loucuras;
Mais carioca do que nunca;
Mais surtada do que jamais visto antes;
Eu voltei!

E agora pra ficar, porque aqui, aqui é meu lugar...

Copacabana a princesinha do mar é um dos pontos turísticos mais bonitos da cidade do Rio de Janeiro. Com certeza um do mais visitados e badalados! Sempre tem algo acontecendo, uma partida de futebol de areia, uma manifestação, um mega show... além é claro, de ser uma passarela para o mundo inteiro desfilar figurinos, estilos e sotaques.
Para todos os gostos, para todos os povos, tal passarela é super democrática e permite você se jogar nas combinações de looks, todos beeeem verões!
Aí estão algumas sugestões para você se inspirar!
Para um passeio sozinha (o), acompanhado, para refletir sobre a vida, para admirar a paisagem incrível da cidade maravilhosa.




O calçadão é lindo, com seus 4,15 as pedras bicolores importadas de Portugal são o convite para uma bela caminhada! Aproveite e divirta-se!
Para conhecer um pouco mais sobre a história do calçada sinuosa é só entrar nesse link aqui...
Por hoje é só!

Em breve, muito em breve, tem mais!!


#beijobeijo

31 agosto, 2011

O corpo é medida do mundo





Ainda falando de arte... e o que é arte...e depois de um milhão de  anos sem dar as caras por aqui... Volto com a temática. Primeira exposição que fui com minha turma de Comunicação & Artes rendeu vários questionamentos e alguma viagens.
Expressão: ato de manifestar. Expressão corporal, artística, visual, emocional, política e social. Todas as formas de expressão em uma única artista: Leticia Parente.
Uma das pioneiras da Video-arte no Brasil está em cartaz no Oi Futuro Flamengo até o próximo dia 4.
Impacto, dúvida, medo, introspecção, sentimentos e sensações diversas invadem o espectador e a obra. Os dois ao mesmo tempo? Sim. Participamos da obra mais do que simples contempladores. Somos parte da preparação de Leticia para sair, somos parte do soro ante mistificação da vida. Ela se esconde em esparadrapos e pinturas, se guarda no armário, se vacina. Contra quem? Foge de quem? Nós e o mundo. O mundo e sua obra. Não há uma linha que separe protesto político de reflexão emocional. Ditadura, sociedade, feminismo, tudo se mistura em uma coisa só, na arte de Leticia.
Ao se guardar em seu mantra “Armário de mim”, a artista se revela através de um mundo de possibilidades... Inverte o cotidiano e reconstrói o corpo.
Mais do que olhos admirados, sua obra é um convite para participar do mundo. Nos transformar em uma extensão da vida.
Site da artista: http://www.leticiaparente.net/

11 agosto, 2011

A filosofia da arte

Cartaz de Diego Novaes de 2007 sobre a gestão do Reitor da UFRJ á época, Aloisio Teixeira
Boa noite boa noite!!!
Queridos e queridas saudades de blogar!!!
Muitas novidades, muitas mudanças, amores, encontros e desencontros, enfim tempo para blogar!
Sim, oficialmente mudei de cidade e de estado. Carioquíssima sim senhor!!! ;)
Agora, vamos ao que interessa.
Retomando o último post, cheio de questionamentos filosóficos e artísticos, volto a questinar sobre arte e seu papel na sociedade...e ainda mais, arte & entrenimento diferenças e semelhanças desses dois movimentos humanos.
A arte para muitos é a expressão do belo, do olhar humano acerca da realidade que o rodeia. Como expressão, a arte passa uma mensagem para seus espectadores. Provoca alguma ou muitas reações; de admiração, nojo, comoção, repulsa... Talvez esteja aí o seu papel na sociedade: em suas várias formas, fotografia, pintura, escultura, teatro, cinema, moda, desenho, leva ao público a visão de mundo de uma personalidade ou de todo um povo e dessa forma faz esse mesmo público pensar e refletir a respeito. Contestar o governo através de charges é um belo exemplo de como a expressão artística do indivíduo pode provocar o pensamento no coletivo...
Muita viagem?
Muita enrolação?
Relaxa...amanhã tem mais!


#beijobeijo



30 junho, 2011

A arte da filosofia

Boa noite pessoas!
Tudo bem?
Estou em clima de despedidas, de chegadas e partidas...mudanças...e o novo sempre assusta, não é mesmo!?
Mas hoje não vamos falar de novidades, muito menos de mudanças.
Hoje, que tal brincar de filosofar?! Melhor ainda, filosofar falando de arte!
Huum...aí sim heim!
Já postei aqui, discutindo a questão do comercial e do conceitual na moda, e no post a chamada moda conceitual é expressão pura do que o estilista pensa a respeito de determinado tema. Acredito que isso seja expressão artística...mas e se a ideia conceitual for uma mulher envolta em papel film? Isso é arte?
Expandindo para o campo da arte mesmo, pinturas e artistas plásticos. Quantas vezes você ja ouviu ou se perguntou se uma tela com um monte de borrões era arte? Obras modernistas do começo da década de 1920 sofreram muito com esse tipo de comentário da crítica, tanto na Europa, quanto aqui no Brasil. Mas essas ditas obras causaram tanto espanto por serem uma forma completamente nova de olhar o mundo - quem disse que eu não ia dar um jeito de abordar a temática 'novidades'?! -. Pois então, o novo realmente assuta. Mas, mais do que a novidade, muitos críticos questionavam qual o real limite da arte? Qual sua função, enquanto veículo da expressão humana?
Essa discussão é combustível de público e de crítica, vide o famoso texto de Monteiro Lobato sobre a exposição futurista de Anita Malfatti de 1917. "Paranóia ou Mistificação" afirma "Há duas espécies de artistas. Uma composta dos que veem normalmente as coisas e em consequência disso fazem arte pura… Se Anita retrata uma senhora com cabelos geometricamente verdes e amarelos, ela se deixou influenciar pela extravagância de Picasso e companhia - a tal chamada arte moderna..".
Em sua opinião arte moderna é menos arte que os rabiscos incoscientes vistos em manincômios.
Para pensar...
O que faz arte? Ser arte significa ser belo? Estar de acordo com a estética? O que afinal a expressão tem com a arte? O que é arte?
Começando a filosofar...

29 junho, 2011

NY 40°

Boa noite boa noite!
É verão...em New York! Por lá, os termômetros não param de subir, enquanto que por aqui, dias e noites gélidas fazem parte da rotina. Mas mesmo em temperaturas baixas, estamos em um país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza! Que beleza! Logo, ainda temos sol, e precisamos nos proteger dele. Ok, não é um sol que queima as retinas, mas nossos olhos agradecem se estieverem protegidos por lentes escuras.
Mas o que cargas d'água tem NY e o seu verão haver com óculos de sol?!?!
Tudo! =)
É que o pessoal do The New York Times foi pesquisar como escolher o tipo certo de óculos de sol e com isso garimparam dicas importantes e super úteis para qualquer nacionalidade e estação do ano. Escolher o modelo adequado desse acessório é importante para valorizar o rosto e a expressão de cada indivíduo.
O vídeo está no site do Hotmail, mas especialmente para vocês, amados leitores, aí está a matéria!
É bom aproveitar o friozinho, as promoções de inverno e os toques para comprar o óculos de sol ideal para você!


video





O que acharam?
#beijobeijo

28 junho, 2011

História exposta








Em uma brincadeira com o estilista Denner Pamplona para se vestirem de mulher, ambos fotografaram depois de se produzirem. Clodovil só se maquiou e fechou um lenço com um broche.
Boa noite pessoas!!!
Muito frio ai?
Aqui está congelando!!!!
E o blog mudou de visual, virou arte pura!  O que acharam?
E nesse feriado prolongado, ANABAKANA flanou pelo litoral norte de São Paulo. E durante a viagem, mais precisamente em Ubatuba, estava rolando um exposição suuuper legal. Entre os dias 18 e 26 junho, a Fundação de Arte e Cultura da cidade (Fundart) sediou uma reunião de desenhos, pinturas, quadros e fotografias de um dos grandes percussores da moda no Brasil, Clodovil Hernandes. Em parceira com a prefeitura, através da Secretaria de Turismo, o Instituto Clodovil Hernandes organizou no salão da Fundação algumas peças do acervo do próprio Clodovil, e de amigos, como Ronaldo Esper, também estilista.
"Traços e Retratos " contou com vários retratos do estilista, croquis assinados por ele e também alguns desenhos de estudo e observação de autoria de Henandes.
A exposição foi uma oportunidade para conhecer mais um pouco da vida de Clodovil. Porém os itens mostrados foram muito poucos em comparação com sua produção. Mesmo sendo dono de uma personalidade polêmica e muitas vezes ácida, Clodovil foi de fato um peça muito importante, tanto para a moda brasileira como para o mundo do entrenimento. Falta às instituições culturais do país tratar sua obra com um pouco mais de seriedade. Um gesto muito bakana da Fundart e da Secretaria de Turismo de Ubatuba, memso que ainda pequeno.


Por hoje é só!
#beijobeijo




Cecilia Meireles, poetisa e jornalista retrarada por Clodovil.

13 junho, 2011

Um Pessoa na multidão

Tenho em mim todos os sonhos do mundo
Nascido em 13 de junho de 1888, dono de uma personalidade misteriosa, dotado de uma capacidade sem limites. Fernando Pessoa é um dos grandes nomes da poesia portuguesa e da literatura universal. Em vida publicou somente dois livros, Mensagem e alguns poemas em inglês. Sua existência modesta e obscura não o impediu de revolucionar a prosa poética. Ao contrário. Seus heteronimos, verdadeias identidades paralelas, assombram e encantam críticos e adimiradores até os dias de hoje. Alberto Caeiro, Álvares de Campos, Ricardo Reis, entre outros, contam com uma escrita própria, a história de seu grande mestre e mentor, Pessoa.

"O poeta é um fingidor.

Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve
Na dor lida sentem bem
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm."

                                                  Fernando Pessoa, por ele mesmo.

Baile de debutante

Oie!
E hoje começa o baile de debutante mais aguradado do universo fashion. É que hoje, a 31º Edição do SPFW, completando 15 anos de existência, começa em grande estilo na capital paulista.
Com o tema "Futuros", a temporada de verão 2012 será apresentada com este lin-up. Nesse dia 13 de junho as apresentações foram iniciadas às 17h00 com o desfile da Animale, às 19h00 quem se apresenta é a marca Tufi Duek. Encerrando o primeiro dia, 20h15, Samuel Cirnansck e às 21h30, Reserva.
Em breve mostro as tendências para o verão do próximo ano.
#beijobeijo

Ditatadura fotográfica

Boa tarde pessoas!
Hoje, 13 de junho de 2011, dia de Santo Antonio (ehhh), muitas coisas para contar!
Para começar bem a semana um pouco de história!
O Jornal Folha de São Paulo dessa segunda-feira trouxe uma pequena matéria sobre uma fotografia muito conhecida dos livros sobre o período da Ditadura Militar (1964-1985). A emblemática imagem de uma menininha de braços cruzados, recusando-se a comprimentar o então presidente João Figueiredo (1979-1985). Após quase 32 anos, o nome da garotinha de apenas 5 anos na época, se tornou público. Rachel Clemens, através de seu blog pessoal, contou que não comprimentou o general por não querer fazer nada 'obrigada'. Mesmo não tendo nem uma fundamentação política, a imagem se tornou símbolo do descontetamento de todo o país com a situação vigente. O fotógrado Guinaldo Nicolaevsky clicou a imagem durante uma cerimônia no Palácio da Liberdade em Belo Horizonte. Infelizmente, faleceu sem conhecer a garotinha que fez desfeita á Figueiredo.
A notícia na íntegra está aqui.
Hoje ainda tem mais!
#beijobeijo

Um cheiro a mais

O perfume mais vendido em todo o mundo foi criado em 1921 e em sua composição destaca-se a Rosa de maio e Jasmin.
Boa noite frio!
Boa noite pessoas!
Semana romântica, Dia dos Namorados, o amor está no ar! Mas calma minha gente, o post de hoje não é dedicado apenas aos apaixonados e comprometidos. Pelo contrário, o assunto desse domingo gelado de junho, é de utilidade pública. Uma forma de aguçar os sentidos, principalmente o olfato! PERFUMES!
Escolher o cheiro é tão importante quanto escolher a roupa, até mais. O cheiro define de forma mais inconsciente a mensagem que queremos passar. Casualidade, sedução, romance, frescor, modernidade, enfim, uma gama quase infinita de possibilidades. O perfume, aliado à personalidade e a intenção do momento é o ingrediente fundamental para mostrar ao mundo quem realmente é. E na paquera, o toque certeiro ou morteiro na arte de encantar o outro.
A arte da perfumaria é cheia de segredos. Os perfumistas são quase alquimistas, fazem parte de um seleto grupo que sabem misturar ingredientes e transformá-los em verdadeiras poções mágicas.  Cada “poção” reage de uma forma na pele, por isso que o mesmo perfume não tem o mesmo cheiro para duas pessoas. E também, o perfume em si, sofre várias alterações ao longo do tempo que fica na pele, o que não tem nada haver com a qualidade. A chamada pirâmide olfativa dá conta de explicar cada estágio do perfume, ou seja, o momento que cada nota que compõe a fragrância evapora, a partir de quando a aplicamos na pele.
A seguir, o ANABAKANA fez uma seleção de alguns aromas que os leitores e colaboradores indicaram. Com a ajuda do guia de perfumes da revista L´Officiel, publicado na edição de novembro de 2010, segue uma pequena explicação sobre as notas, os ingredientes e a história de criação dos perfumes femininos. Ainda nessa onda de cheiros e aromas, o blog também perguntou, “O que garotas e garotos gostam de sentir”.
E você que perfume gosta de usar? O que prefere sentir?
Aproveite para ficar mais cheirosa ou cheiroso!
Encantos...
O que eles gostam de sentir?
Os meninos são unânimes: gostam de aromas adocicados. Alguns gostam de cheiros marcantes, outros ainda preferem lembrar-se do aroma durante muito tempo... Fórmula secreta: escolher um perfume que te agrada e arrasar!
O que a gente prefere?
Nós meninas, gostamos de perfumes envolventes, com um toque a mais. Nada como se sentir envolvida por um cheiro marcante e sedutor...

A possibilidade transformar uma ocasião com o toque de um aroma é incrível não?! Ter um cheiro que reflete o que somos, nossa verdadeira essência também é maravilhoso, certo?  Busquei alguns testes no Google e encontrei esses dois: para eles/ para elas.  Já aviso, as perguntas são bem amplas e divertidas, mas é um bom jeito de saber qual o seu estilo de perfume.
Para filosofar um pouquinho e ilustrar nossos sentidos aí estão alguns vídeos, com propagandas de perfumes. Adooooorooo propagandas de perfumes, pois acho que são uma forma muito boa de perceber o que o aroma quer provocar.
Como o comercial do J'adore, mostra uma mulher poderosa, que sabe o que quer, e que está disposta a se despir de tudo para alcançar seus objetivos. Ou o informe publicitário do perfume Hermes, o cavalo e o pássaro correndo, a sensação de liberdade, de poder viver sem amarras. Ahhh esse assunto nunca foi meu forte, mas há tantos caminhos que podemos abordar quando falamos de perfume, ou filosofamos a cerca do que cada cheiro pode provocar.  
Espero que tenham gostado!!
Em breve mais novidades!

 


-Segunda-feira, 123º aniversário de Fernando Pessoa
-Essa semana começa a 15º Edição do SPFW
Ufaa!!!
#beijobeijo